Telangiectasias: Saiba como tratar | Busca Saúde
  • Bairros
  • Atividades / Especialidades
Home Login | Contato | Faça Parte
  • Facebook Busca Saúde
    fans
  • Twitter Busca Saúde
    Siga nosso Twitter
  • RSS Busca Saúde
    RSS

Redes Sociais


Matérias mais lidas

Telangiectasias: Saiba como tratar

12345 (1 voto(s), média: 5,00)
Loading ... Loading ...

Tratamento a laser é mais eficiente no combate dos vasinhos

varizes

As telangiectasias ou ectasias vasculares, habitualmente chamados de vasinhos, possuem formatos de teias de aranha, no qual se constituem de alguns capilares que aparecem na pele, geralmente possuindo coloração avermelhadas ou arroxeados, podendo ser desenvolvidas em quaisquer regiões corporais, como por exemplo, rosto, abdômen, costas e membros inferiores.

Ocasionada pela manifestação muco cutânea, origina-se no surgimento de pequenos vasos na cútis, alternando o diâmetro entre 0,1 a 1,0 milímetros, geralmente aparecem após os 20 anos de idade. “As telangiectasias podem ser relacionadas a propensões genéticas ou estilos de vida, como a exposição ao sol excessivo, gravidez, ingestão de bebidas alcoólicas, associação a alguma doença, transtorno hormonais ou traumas. Independente da origem, as telangiectasias surgem quando ocorre uma debilitação da pele”, relata Dr. Ary Elwing (CRM-22.946), especialista em cirurgia vascular periférica e tratamento a laser.

Entretanto, o problema com as ectasias vasculares existe tratamento. Diante das principais técnicas de intervenção, que visam reparar as telangiectasias, destaca-se o tratamento a laser. “O laser é um método eficiente para tratar a telangictasias, especialmente as mais resistentes à escleroterapia, que constantemente são alimentadas por arteriólas”, complementa o especialista.

Além de ser eficaz, o laser tem como principal benefício ser um método pouco invasivo, não necessitando de agulhas, ocorrendo pouquíssimas incidências de reações alérgicas, pois não há uso de medicamentos, desta forma as possibilidades de reações inflamatórias na pele, marcas escuras, intituladas de manchas hipercrômicas e riscos são minoritários.


*O conteúdo(textos e imagens) publicados no Busca Saúde são de exclusiva responsabilidade do seu autor, identificado sempre abaixo do artigo.

*O Busca Saúde é um portal de conteúdo e referência, e deverá ser utilizado somente como fonte de informação. Qualquer artigo ou referêcia publicada, nunca substituirá, em hipótese alguma, uma consulta presencial, tratamento ou diagnóstico realizado por um médico ou profissional de saúde. Procure sempre o seu médico para esclarecer qualquer duvida.

Conteúdo relacionado

Cadastre-se no Busca Saúde , e receba conteúdo e informações exclusivas sobre Saúde e Bem Estar. Rápido e fácil. Clique aqui
O Busca Saúde é um portal de conteúdo e referência, e deverá ser utilizado somente como fonte de informação. Qualquer artigo ou referência publicada, nunca substituíra, em hipótese alguma, uma consulta presencial, tratamento ou diagnóstico realizado por um médico ou profissional de saúde. Procure sempre seu médico ou profissional de saúde para esclarecer qualquer dúvida.
© 2010 Busca Saude      Todos os direitos reservados a Busca Saúde. Todo conteúdo não pode ser copiado, publicado ou transmitido sem prévia autorização de seus autores.